Registo

GrupoGrupo 5 - Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo

Secção do grupoSecção 7 - Cães de caça de tipo primitivo

País de origemPortugal

Data de origemVIII

Primeira utilidadeCaça maior

Características principaisActivo e alegre

TamanhoGrande

Peso20 - 30 kg

Altura55 - 70 cm

PelagemCurta, Comprida

Esperança média de vida12 anos

Nivel energéticoElevado

Nível de brincadeiraMédio

Nível de afectoMédio

Exercício necessárioElevado

Experiência do dono com cãesMédio

Cuidados com a pelagemBaixo

Foto Podengo Português Grande

De norte a sul de Portugal, o Podengo Português adapta-se a qualquer região do país e mais do que isso a qualquer situação. Se procura um companheiro alegre, amigo, ágil, resistente e que adore a vida ao ar livre, então o Podengo é uma óptima opção!

O Podengo Grande é o maior dos Podengos e, embora partilhe a alegria constante e energia infindável dos seus irmãos, é destemido ao ponto de enfrentar um javali. O seu faro e ouvido apurados permitem detectar qualquer pista anunciando ao resto da matilha. E o que acontece no campo, também irá acontecer em casa: o Podengo Grande avisá-lo-á de qualquer estranho que entre em sua casa, e até pará-lo caso seja necessário.

Para além de ser um cão de guarda, o Podengo Grande é também um cão dócil, leal e que gosta de partilhar a sua alegria com a família que o elegeu. Se pensa em adquirir um Podengo Grande, leve-o a praticar desportos que trabalhem a sua inteligência e também gastem as suas energias.

O Podengo foi seleccionado durante muitas gerações para ser um cão que trabalha em matilha, como tal, dá-se naturalmente bem com outros cães. Claro que, se não for devidamente educado, isto pode não se verificar. Embora seja um cão fácil de educar, sociabilização desde cedo é sempre fundamental para qualquer cão. Dar a conhecer ao seu Podengo os cães da vizinhança é uma óptima oportunidade para ele e para si – conhecer e partilhar a sua paixão por cães com outros amantes caninos é também uma experiência que enquanto dono não deverá perder.

Os seus instintos de caça fazem com que o convívio com animais de pequenas dimensões não seja o melhor. Se o gato da sua vizinha andar a bisbilhotar o seu jardim, é certo que o seu Podengo vai imediatamente persegui-lo, e quem diz esse gato diz qualquer outro que esteja a passar na rua. Ainda assim, se for criado desde cedo com gatos em casa, conseguirá  perfeitamente coabitar com estes.

As pelagens do Podengo não exigem grandes cuidados de manutenção, sendo que uma escovadela todos os meses é mais que suficiente. Para além disso, tem ainda a particularidade de não possui camada de subpêlo. Esta camada é normalmente reciclada duas vezes por ano, altura em que se verifica queda de pêlo abundante. Ao não ter sub-pêlo, o Podengo não passa por estas mudas, minimizando bastante a queda de pêlo. Assim, se alguém lá de casa tem alergia a pêlo canino, esta é mais uma boa razão para escolher o Podengo.

Infelizmente, as matilhas de caça maior incluem cada vez mais raças estrangeiras com maior poder de mandíbula (como o Dogue Argentino), metendo cada vez mais de parte o Podengo Grande. Dentro das raças portuguesas reconhecidas pelo CPC, nos últimos anos, o Podengo Grande é a raça que apresenta o menor número de registos do Clube Português de Canicultura e, como tal, está em risco de extinção, principalmente a variedade de pêlo liso. Resta agradecer e incentivar todos os criadores e interessados da raça que estão a fazer de tudo para preservar o Podengo Grande.