Registo

GrupoGrupo 3 - Terriers

Secção do grupoSecção 1 - Terriers de médio e grande porte

País de origemGrã-Bretanha

Data de origemXIX

Primeira utilidadeCaçar lontras e texugos

Características principaisInteligente e corajoso

TamanhoGrande

Altura56 - 61 cm

PelagemCurta

Esperança média de vida13 anos

Nivel energéticoElevado

Nível de brincadeiraElevado

Nível de afectoMédio

Exercício necessárioMédio

Experiência do dono com cãesMédio

Cuidados com a pelagemMédio

Foto Airedale Terrier

Sabia que

O Airedale é o maior Terrier e foi uma das primeiras raças a ser treinada para trabalhar com a polícia na Alemanha e Grã-Bretanha. Na Primeira Guerra Mundial trabalhou como guarda e mensageiro.

O Airedale Terrier é apelidado de “Rei dos Terriers” não só por ser o maior de todos os terriers mas também por reunir todas as características típicas do grupo. Dizem os seus fãs que o Airedale é um dos Terriers mais inteligentes – uma qualidade que o pode eleger ou condenar enquanto animal de família, dependendo se este consegue ou não levar a melhor do seu dono. Felizmente, o Airedale é um diabinho lindo, esperto e suficientemente charmoso para compensar a sua obstinação. No entanto, os donos que não estão prontos para proporcionar um treino consistente desde tenra idade e uma chefia firme bem como carinhosa, à medida que este vai crescendo, vão descobrir que o Airedale Terrier é um cão difícil de controlar e demais para a sua camioneta de paciência.

Ao mesmo tempo dócil e com ar inofensivo, o Airedale é também um guardião. Equilibrado e alerta, se ladrar, pode ter certeza que há algo de errado. Diante de uma ameaça, defende o seu dono e o território de forma implacável, ladrando e atacando com valentia, se necessário. Como diz Evelynn Miller no livro How to Raise and Train an Airedale, ele é um dos poucos que pode hoje seguir o rasto de um jaguar e amanhã cuidar de um bebé. Contudo, estas palavras descrevem provavelmente melhor o Airedale do passado do que o do presente, cuja principal função é ser hoje em dia um cão de companhia.

Para além dos seus feitos de coragem, o Airedale também se destacou como cão de companhia. A raça serviu de inspiração para a autora canadiana Margaret Marshall Saunders escrever o nobel  "Beautiful Joe" (1893), que retrata a história de um Airedale que sofreu abusos. Este foi o primeiro livro canadiano a vender mais de um milhão de cópias e o seu reconhecimento contribuiu para a consciencialização mundial da crueldade animal.

O Airedale faz tudo de uma maneira grandiosa: ama tremendamente a sua família e brinca com grande entusiasmo. Corre, brinca, faz macacadas e vive numa exuberância sem fim com exactamente a mesma dedicação e alegria que conduz escavações no seu jardim, invade o seu sofá ou arranca o rodapé da sua sala.

É verdade, o Airedale Terrier uma vez deixado à sua livre vontade é uma máquina de destruição do lar. Qualquer um que considere adquirir um Airedale Terrier para o seu lar, precisa de estar preparado e pronto a proporcionar-lhe um treino consistente desde tenra idade, de respeitar a sua inteligência nativa e natureza social e de não o privar de exercício, companheirismo e afecto. Por outras palavras, ele não pode ser deixado no quintal o dia todo pois ladrará sem parar e ficará extremamente infeliz.

Por isso, faça-o um membro da família, dê-lhe várias actividades para exercitar o seu corpo e mente, e vai perceber porque é que os fãs do Airedale o vêem como uma paixão muito além de todas as outras raças.

A vida com o Airedale Terrier é tudo menos aborrecida!